sexta-feira, novembro 23, 2007

Navigation Dreamlog


foto de Antonio Walter de Souza Gama - catraia no canal do porto

Sonhei que o ônibus intermunicipal para Cubatão era, na verdade, uma barca. Ora uma barca luxuosa, com três fileiras de assentos como num avião e uma tela de cinema à frente, ora uma catraia atravessando o canal da Bacia do Mercado. E foi embarcada nessa tal catraia que me descuidei e deixei minha bolsa cair na água, espalhando carteira, celular, chaves, tudo... fiquei perdida. A embarcação agora era de maior porte, como as que transportam passageiros na Amazônia, e eu fui procurar uma amiga para me ajudar. Como eu poderia recuperar meus pertences levados pela correnteza?

3 comentários:

Homeless disse...

Me lembra a reflexão de um personagem de Gorki, que aos 16 anos vai para a Universidade em busca de uma formação universitária. E ele acaba percebendo que a universidade dele é a Padaria.

belly disse...

Se a correnteza levou, melhor o desapego. A correnteza leva tudo.

Chave, carteira, celular, tudo isso se faz de novo. A quest�o � como lidar com a perCCCCa.

Calvin disse...

Nossa, esse seu sonho é muito parecido com um que eu tive, também numa barca, e também perdia objetos pessoais, só que eu no fina os encontrava colados por baixo da barca. Doido né.
Alias, eu tenho cada sonho que se eu fosse escreve-los daria pra publicar um livro de contos hehehe
Um abraço

Calvin