segunda-feira, maio 07, 2007

UTI

A vida anda numa corda bamba que às vezes parece ficar escorregadia com a chuva das segundas-feiras matinais.
Não obstante, mesmo nos dias de sol devemos estar conscientes de que a morte pode nos abraçar a qualquer momento. Oremos.

6 comentários:

Joelma disse...

amém

BLOG DE MARIO LUIZ DE MELLO disse...

Ola:

Muito legal o seu blog. Se vc. quiser, podemos trocar links. Eu gostaria, e vc?

T+

Mario

Alma disse...

É a única certeza da nossa vida. Mas que não seja dentro de uma UTI.

Beijo

Lívia disse...

Alma,
UTI foi uma menção ao contexto externo que motivou o post. ;-)
O 'oremos' também. Prefiro pensar na morte como um vento que carrega uma folha pelos ares. De preferência sem passar por uma UTI.

Fernanda disse...

eu hein....por isso que devemos viver com intensidade, mas com uma intensidade inteligente, caso contrário encontramos a dita cuja mais cedo do que o previsto....

anjoazul poesias e cia disse...

Eis o dilema da nossa finitude...seja no sol ou na chuva, podemos nos deparar com uma UTI e dela ao lápide.

Ainda bem que não pensamos nisso a maior parte do tempo.Um pouco de onipotência as vezes faz bem :)

D+