terça-feira, maio 08, 2007

Drops (ou melhor, Pastilhas)

- Baryta Composta Klein. A droga que, espero, manterá minha garganta saudável mas, enquanto isso, ela arranha, ela dói e o frio chega bem implacável a Porto Alegre, trazido do pólo sul, aquele que durará milhares de anos mesmo com a força do aquecimento global.

- Frio nos ossos, frio num olhar imaginado e minha cara não está boa.

- Saber os outros em coma, cama de hospital, dá-nos o tamanho da nossa finitude, e me põe medo por aqueles que amo e que estão longe, e cuja longevidade o tempo vai medindo ao seu bel prazer. É o inevitável, que o tempo passe e nos mate virtualmente a cada dia. Mesmo assim, dá medo, uma das emoções que, mais que humana, é canina, é felina, é cetácea, é paquiderme, é medo.

- Na novela das nove, o descabelar desesperado de Maria Fernanda Cândido pelo peludo canastrão clichê, pra que ele não a deixe, pour qu'il ne la quitte pas.

- Na novela das seis, o vilão mantém a mocinha presa nos trilhos do trem.

- E eu tusso.

4 comentários:

Chris disse...

Dor de garganta, frio e a novela de ontem, ninguém merece, né???
rsrsrs...

Adorei o seu blog!
Parabéns!

Chris disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
belly disse...

O meu comentário não vai!

belly disse...

Ah, agora foi.

Bem, o comentário original era:

Oooooooooooooooooooooowwww...

Entrarei em contato soon. (sem bateria no celular)

Mejoras.