quarta-feira, março 10, 2004



Segundo a Dani Belmiro, esta é a carta que tem a ver com aquela sensação estranha narrada no post anterior... a ver, de certa maneira até, com o comentário da Nanda Stange, que se assustou tanto com aliens quanto tubos de ensaio. E não é que o enforcado, nesse baralho, é justamente um bebê? Mas calma, que nada é pra já. O que estou gestando e parindo sempre são versões de mim mesma, matrioscas hegelianas, rompendo as cascas já com sementes de devir dentro de mim. Como todo mundo, sempre.
As coisas andam tão loucas que o dreamlog eu poderia fazer acordada...

Adoro sanduichinho de pão de linho com mortadela de frango e alface americana. Eu acho mortadela tudo de bom.

Nenhum comentário: