domingo, novembro 30, 2008

My Blueberry Nights



Não tente domar o tempo, menininha. Sempre que você tenta, ele a engana.
Que filme bom aquele "Beijo Roubado", né? Pensar que eu, há dias, sonhei com essa coisa de rodar e rodar e viajar antes de, simplesmente, atravessar a rua pra ver a pessoa que está ali na janela em frente. Seja uma pessoa, uma coisa, ou simplesmente um momento para o qual a gente ainda não está preparado.
Eu não estou. Por mais que eu insista, o que é burrice. E corro atrás do próprio rabo. Nem o Mercúcio José, que efetivamente tem um rabo, faz isso. Dog people, cat people. That's why they can't marry each other. Mas divago, Jivago.
Perdoem o post. Mas é que estou trabalhando há, hmm, sei lá quantas horas nesse fim de semana e precisava de uma pausa. Refrescante, já que finalmente choveu.

9 comentários:

Vica disse...

Existe isso de dog people e cat people?
Esse filme é tri bom!

Isabel Alix disse...

Vai pra Torres no fim de semana em janeiro.

Lívia Araújo disse...

Eu vou! Eu vou! I need it sooo much.

Lilly disse...

By the way... I am a cat person.
Eu não vi ainda e agora tô doida pra ver. Quer coisa melhor do que beijo roubado?

Lívia Araújo disse...

Coisa melhor que beijo roubado é o nome original do filme, "My Blueberry Nights".

Alessandro Garcia disse...

Vi este filme pela primeira vez ontem. Sensacional.

Lilly disse...

Ih! Então esse Bluberry Nights deve ser bom mesmo! To precisando disso! :)

Lilly disse...

Ó, cumpri direitinho a minha promessa e vi. É, bonitinho. Eu cruzei o estado de Nevada de Utah até a California em junho deste ano. Com neve e chuva é amedrontador. Deve ser horrível morar lá. Agora fala sério? O que é aquele blueberry com o sorvete derretendo? Estraguei para quem ainda não viu?

Lívia Araújo disse...

Não, Lilly, o filme começa daquele jeito, né? :-)
É bárbaro aquilo ali, no bom sentido, rs.
Beijo.