sexta-feira, agosto 01, 2008

Acordei e fui pra luta!

Já é de tarde, mas hoje de manhã, debaixo do chuveiro, eu cantava pensando: "Acorda, Maria Bonita/Acorda pra fazer o café/ Que o dia já vem raiando/E a polícia já tá de pé".



Era o pai que me acordava assim e normalmente o café já tava prontinho em um bule de alumínio daqueles bem velhos. É fato, eu romantizo o passado exatamente como ele fazia, nostálgico incorrigível, cultor dos bons-tempos que talvez não fossem os dele e, decididamente, também não são os meus.

4 comentários:

Naninha disse...

Meu pai dizia: passarinho que num deve nada a ninguem ja tah no mundo cantando...

L. Archilla disse...

e eu, que cresci achando que a letra dessa música era: "acorda, maria bonita/acorda pra chamar o zé/comendo o nissin miojo/ele tá pronto pro que der e vier"???? nesse ponto, nem romantizar o passado eu posso!

Lívia Araújo disse...

Que maravilha, L.! O compositor da paródia deve ser o mesmo que mudou a letra do jingle do Café Seleto! rsss

Adelaide disse...

Bom dia meu bem...