segunda-feira, março 10, 2008

Toma na tua cara

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie Northfleet, está nas páginas amarelas da Veja desta semana, em entrevista onde é comentada sua antecipação do voto que rejeita a ação de inconstitucionalidade do uso de células tronco embrionárias em pesquisas científicas. Lá pelas tantas, o repórter pergunta:

"Veja: em algum momento no curso desse julgamento a senhora se viu num dilema por causa de convicções religiosas?
Ellen Gracie: Eu sou católica, estudei em colégio de freiras. Mas não sou juíza do Supremo para expressar minhas crenças religiosas, e sim para analisar as leis à luz da Constituição e do restante do sistema jurídico".

6 comentários:

alma disse...

Eu espero que a ciência vença.

Lívia Araújo disse...

Eu também, Alma.

Ana disse...

Sou espírita. Para os espíritas, a vida começa no momento da fecundação. Porém, se o Cara lá de cima nos deu inteligência suficiente para descobrirmos a cura de doenças terríveis como o Alzheimer (que minha avó teve e é deprimente), Parkinson, entre outras, é porque Ele queria isso. Que vença a lei, sem influência de religiões, moral, ou outra desculpa qualquer. Admiro Ellen Grace.

Adelaide disse...

Por melhores que sejam as motivações de quem realmente acredita que seria uma espécie de assassinato o uso destes embriões, não entendo como negar que eles já estão fadados a serem descartados. Talvez dar um destino mais nobre seja um fim mais nobre.

Saudades de tu, sua jacu!

Lívia Araújo disse...

Eu também, Adelaide! Mas tu sumiu, nem vem!
Beijones.

rmx disse...

Ainda por cima é linda (eu adoro uma coroa ahahahahhaahahahahaha)