sábado, agosto 25, 2007

Constatações estranhas



- Como são corajosas as pessoas que dão depoimento para o comercial do Corega... né?
- A diferença que existe entre hinos cívicos e sambas-enredo é realmente muito sutil.

5 comentários:

Libertad disse...

Sim, sim. O sertanejo é um forte. E, enfim, alguém precisa trabalhar nessa casa. E, até onde tenho notado, só estou eu na casa, rsss. E como vai a vida? E como vai tudo? Vou ver 'Paris, te amo'. Aliás, em um mundo de sonho dourado em que tudo dará certo daqui até janeiro, eu vou pra lá. Bora? Beijinho!

Fernanda disse...

Realmente são corajosas. Não é bacana ir na TV falar que usa dentadura.

Lívia disse...

Pois é, Fernanda. Eu preferia ver a Suzana Vieira na TV pagando mico, rs.

Bela Figueiredo disse...

mais corajosas são as que fazem propaganda de Luftal. 'promblumblatz' ou o que valha [leia-se o barulho do PEIDO escrito na tela, com fechinha pra sua barriga]. purfa. e ainda: reclame de coisas pra destravar inetrstinos, sejam elas iogurtes, chás, sucos ou remédios mesmo. e sobre Corega: a bafona-mor Suzana Vieira, com seu sorriso de marfim, não só fez propaganda de Corega, mas do amaciante Ypê (bem assim com Y e chapéu no p). valha-me.

Belly disse...

Zuzana Fieira está numa espiral de degradação retroalimentada, que começou ao se unir em matrimónio com aquele espancador de mulé plus destruidor de quarto de motel e ex-agente dos mercenários do estado (= politzei)