sexta-feira, setembro 13, 2013

Soprar o pó e bater os tapetes

Atchim!

Respeito o direito autoral e o ineditismo (de modo que não postarei a imagem alheia que está em meu poder) mas, nessa semana, vi algo que restaurou a minha fé na... que restaurou minha fé. Era a foto de  um figo. A composição era tão perfeita, que me lembrou aquelas naturezas mortas, com textura de renascença, mas principalmente a luz. E as sombras.

Falando em renascimento, estou grávida. A matrioshka que sou está grávida de outra matrioshka que serei. A culpa é da Marina Lima. Ela também engravidou um rapaz que conheci na fila do concerto que ela deu em Porto Alegre na semana passada e que reclamou a autoria da maternidade dupla, dele e da diva.

Eu não reclamo nada. Não vou pedir pensão, registro em cartório, visita dominical. Vou cuidar sozinha dessa criança que se avoluma. Há muito tempo estou louca, lou-ca, para dar à luz os pensamentos concebidos, burilados, costurados entre as fendas, poucas, que consigo rasgar na rotina.

Então recorro a este blog abandonado e anacrônico pra desnudar essas bobagens por cuja aprovação e chancela públicas eu anseio.


6 comentários:

Flávio Souza disse...

E aí, moça desaparecida? Como andam as coisas?

Se tiver facebook, me adicione - https://www.facebook.com/flaviosc6

Abraços!

Flávio

Lívia A. disse...

Nossa, Flávio! :-D Quaaaaaaaanto tempo mesmo. Está tudo bem! E contigo?

Grande grande beijo.

Bárbara disse...

Olá. Poderia me dizer por que o blog Filthy Mcnasty sumiu? Você é uma das poucas pessoas que parece conhecer o misterioso autor. Agradeceria mesmo se pudesse ajudar. Parabéns pelo blog!

Lívia A. disse...

Bárbara, acho que esse blog não é mais atualizado. Eu também era leitora assídua. :-) Mas o meu próprio blog eu também nem atualizo mais, haha. Só vezenquando. Beijo!

Lívia A. disse...

Bárbara: dá pra ler os remanescentes aqui: http://web.archive.org/web/*/http://www.wunderblogs.com/filthymac/

Abraço.

VIA LÁCTEA ELETRON disse...

Lívia autora desaparecida, atualize tudo, gosto de ler! A preguiça bateu? Onde publica suas matérias atualmente? Abraço. Isabel.