quarta-feira, novembro 12, 2008

Journey Dreamlog

É uma loja de departamentos com ares britânicos e voltada exclusivamente para a moda masculina: paredes revestidas de madeira de lei, prateleiras imponentes com roupas elegantes. Eu a vejo, ali, acompanhada do pai, examinando cuidadosamente o tecido de uma camisa branca, e enfim comunicando ao balconista que vai levá-la. Ela está com o embrulho na mão, e eu a abordo com um sorriso, perguntando se está escolhendo roupas.
"Sim. Essa aqui eu comprei para o seu pai".
Surpresa. "Obrigada! Que querida!" e lhe beijo o rosto.

Seguimos para a casa dela, onde, no hall de entrada, ela me apresenta sua família, numerosa. Eu fico ali por alguns instantes e vou para a minha casa, bem em frente à dela. Ao chegar ali, não resisto à vontade e vou até a janela ver se enxergo alguma coisa. E lá está ela, em pé, me observando enquanto eu a observo. Como a casa dela é grande, em cada janela eu também vejo um familiar seu fazendo algo diferente. Na sala, por exemplo, estão todos diante da TV, hipnotizados.
Decido ir até ela novamente. Pego um ônibus que dá muitas e muitas voltas antes de chegar de novo ao mesmo ponto de onde saí.

3 comentários:

Vica disse...

Guria, que sonho mais filosófico!

Isabel Alix disse...

Journey = don't stop believing / hold on to that feeling

Auguri!

Naninha disse...

Adoro esse quadro, até hj minha vó jura que eu su ali retratada!!!