domingo, maio 27, 2007

Perguntas

Como saber qual destas tantas urgências que aceleram o dia a dia e o desejável saborear da vida é o tipo de urgência que deve realmente me mobilizar?
Como saber que, ao cabo do saciar de cada uma destas vontades alheias que eu tomo como minhas, o montante delas não crescerá a ponto de não sobrar tempo para que eu construa a vida que quero para mim e meus possíveis descendentes?
Como saber que a vida que tenho levado até agora é uma vida que só personagens que eu crio levam? Como descobrir o que é meu em meio a tanta coisa que me é demandada?
Como os peixes dormem? Como as baleias beijam?

3 comentários:

Udo disse...

oi, tudo bem? o teu blog é um sonho só. adoro.
Beijo
Udo

Fernanda disse...

Me fez pensar na música Oito Anos do disco Partimpim da Adriana Calcanhoto. Estou gostando muito do blog. Beijos.

AnaBetta disse...

os peixes não dormem. e eu ainda quero descobrir o segredo deles. :)