sexta-feira, junho 29, 2007

Plenilunio, TPM, Dreamlog

Rompi o lacre da existência, enlouqueci antes da vermelhidão que me trouxe a maré montante.

Sonhei com a procura incansável no labirinto festivo, só te achei sem mim, numa madrugada alcoólica, e te amei só num abraço que foi como os poucos minutos da visita ao presidiário atrás do vidro, e acordei chorando de saudades.

Um comentário:

Nalu disse...

Que lindo!